Início Como Utilizar o Guia? Busca por Tema Busca por Assunto Sobre o Guia Reconhecimento e Impressões Apresentação Download das Obras

Índice Por Tema

O que é o Tema? É o título dado ao grupo de lições das obras básicas de Allan Kardec que apresentam correlação entre si.

Os assuntos foram agrupados em 120 temas para estudo e pesquisa.
01

A AUTORIDADE DA DOUTRINA ESPÍRITA

L.E. Introdução - I e VII
Prolegômenos.
L.M. Dissertações Espíritas - 2ª parte, Cap. XXXI,
item XXVIII - Nota.
Vocabulário Espírita - Cap. XXXII
E.S.E. Autoridade da Doutrina Espírita. Universalidade
dos Ensinos dos Espíritos - Introdução II

02

PERÍODOS DE DESENVOLVIMENTO DO ESPIRITISMO

L.E. Introdução III a V - Conclusão I e V
L.M. Vocabulário Espírita - Cap. XXXII Dissertações Espíritas - Cap. XXXI, item XVIII
O.P. Os Desertores - 1ª parte

03

PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS DA DOUTRINA ESPÍRITA

L.E. Introdução VI
O.P. Doutrina Espírita - 1ª parte
Princípios Fundamentais da Doutrina Espírita - 2ª parte

04

SISTEMAS DE INTERPRETAÇÃO DOS FENÔMENOS ESPÍRITAS

L.E. Introdução VII
Conclusão IX
L.M. Dos Sistemas - 1ª parte, Cap. IV, 36 a 51

05

CARACTERÍSTICAS DO ESTUDO DO ESPIRITISMO

L.E. Introdução VIII
L.M. Do M étodo - 1ª parte, Cap. III, 18 a 35
Dissertações Espíritas - 2ª parte, Cap. XXXI, itens XVI, XX, XXI, XXII, XXIV, XXVI e XXVII
Das Reuniões em geral - 2ª parte, Cap. XXIX, 324 a 333
Das Sociedades propriamente ditas - 2ª parte, Cap. XXIX, 334 a 347.
E.S.E. Reuniões Espíritas, Cap. XXVIII, 4 e 5

06

OBJEÇÕES FEITAS AO ESPIRITISMO - REFUTAÇÕES

L.E. Introdução X, XI e XVII, Materialismo - Q. 147 e 148, Conclusão II, III e VI
L.M. Das Mistificações - 2ª parte, Cap. XXVII, 303
Médiuns interesseiros - 2ª parte, Cap. XXVIII, 304 a 313
Fraudes Espíritas - 2ª parte, Cap. XXVIII, 314 a 323
Dissertações Espíritas - 2ª parte, Cap. XXXI, item XIX
E.S.E. Pelos inimigos do Espiritismo - Cap. XXVIII, 50 e 51

07

CONTRIBUIÇÃO DO ESPIRITISMO AO PROGRESSO DA HUMANIDADES

L.E. Influência do Espiritismo no progresso - Q. 798 a 802
Conclusão IV
L.M. Dissertações Espíritas - 2ª parte, Cap. XXXI, itens I a V
E.S.E. Os Bons Espíritas - Cap. XVII, 4
Parábola do Semeador, Cap. XVII, 5 e 6
O.P. Sobre as artes em geral - A regeneração delas por meio do Espiritismo - 1ª parte
Música Espírita -1ª parte
As aristocracias - 1ª parte

08

OS TRÊS ASPECTOS DO ESPIRITISMO E SUAS CONSEQÜÊNCIAS

L.E. Conclusão VII
Prolegômenos
L.M. Introdução
E.S.E. Prefácio
Objetivo desta Obra - Introdução I
G. Introdução

09

A MORAL EVANGÉLICA DO ESPIRITISMO

L.E. Conhecimento da Lei Natural - Q. 627 e 628
Conclusão VIII
L.M. Dissertações Espíritas - Cap. XXXI, item XVII
E.S.E Objetivo desta Obra - Introdução I
Não vim trazer a paz, porém a divisão - Cap. XXIII, 9 a 18
Prefácio
G. Caráter da Revelação Espírita - Cap. I, 56

10

A UNIDADE DA DOUTRINA ESPÍRITA, APESAR DAS DIVERGÊNCIAS

L.E. Introdução XIII
Conclusão IX
L.M. Das contradições - 2ª parte, Cap. XXVII, 297 a 302
Rivalidades entre as Sociedades - 2ª parte, cap. XXIX, 348 a 350
Dos Sistemas - 1ª parte, Cap. IV, 36

11

CARÁTER DA REVELAÇÃO ESPÍRITA

L.E. Conhecimento da Lei Natural - Q. 622 e 627
E.S.E Consolador Prometido - Cap. VI, 3 e 4
Prefácio
Autoridade da Doutrina Espírita - Controle
Universal do Ensino dos Espíritos - Introdução II
G. Caráter da Revelação Espírita - Cap. I, 1 a 62

12

DEUS

L.E. Deus e o Infinito - Q. 1 a 32
Provas da existência de Deus - Q. 4 a 9
G. Existência de Deus - Cap. II, 1 a 7
A Providência - Cap. II, 20 a 30
A visão de Deus - Cap. II, 31 a 37
O.P. Profissão de Fé Espírita raciocinada - Deus
1ª parte, I
Profissão de Fé Espírita raciocinada - Criação
1ª parte, III

13

A NATUREZA DIVINA

L.E. Atributos da Divindade - Q. 10 a 13
Panteísmo - Q. 14 a 16
G. Da Natureza Divina - Cap. II, 8 a 19
O.P. As cinco alternativas

14

ESPÍRITO E MATÉRIA

L.E. Conhecimento do princípio das coisas - Q. 17 a 20
Espírito e Matéria - Q. 21 a 28
Propriedades da Matéria - Q. 29 a 34
Espaço Universal - Q. 35 e 36
L.M. Ação dos Espíritos sobre a Matéria - 2ª parte, Cap. I,52 a 59
G. Antigos e modernos sistemas do mundo - Cap. V, 1 a 14
O Espaço e o Tempo - Cap. VI, 1 e 2
A Matéria - Cap. VI, 3 a 7
As Leis e a Força - Cap. VI, 8 a11
Natureza e propriedade dos fluidos - Cap. XIV, 1 a 6
Ação dos Espíritos sobre os fluidos. Criações fluídicas. Fotografia do pensamento - Cap. XIV, 13 a 15
Qualidade dos fluidos, Cap. XIV, 16 a 21
Curas - Cap. XIV, 31 a 34

15

O LABORATÓRIO DO MUNDO INVISÍVEL

L.E. Espírito e Matéria - Q. 27
L.M. Do laboratório do M undo Invisível - Cap. VIII, 126 a 131
G. Ação dos Espíritos sobre os fluidos. Criações
fluídicas. Fotografia do pensamento - Cap. XIV, 13 a 15
O.P. Introdução ao estudo da fotografia e da telegrafia do pensamento - 1ª parte.
Fotografia e telegrafia do pensamento - 1ª parte.

16

A FORMAÇÃO DOS MUNDOS

L.E. Formação dos Mundos. Q. 37 a 42
Considerações e concordâncias bíblicas
concernentes à Criação. Q. 59
G. A Criação Primária. A Criação Universal. Os Sóis e os Planetas. Os Satélites. Os Cometas. A Via-Láctea.
As estrelas fixas. Os desertos do Espaço. Cap. VI, 12 a 47
A vida universal. Cap. VI, 53 a 57
Períodos geológicos. Estado primitivo do G lobo.
Período Primário. Período de Transição. Período
Secundário. Período Terciário. Período Diluviano.
Cap. VII, 1 a 47
Teorias sobre a formação da Terra. Cap. VIII, 1 a 7

17

O POVOAMENTO DA TERRA

L.E. Formação dos seres vivos. Q. 43 a 49
Povoamento da Terra. Adão. Q. 50 e 51
Diversidade das raças humanas. Q. 52 a 54
Considerações e concordâncias bíblicas concernentes à Criação. Q. 59
G. Formação primária dos seres vivos. Cap. X, 1 a 15
Geração espontânea. Cap. X, 20 a 23
Período Pós-diluviano ou Atual. Nascimento do Homem. Cap.VII, 48 e 49
Revoluções gerais ou parciais. Idade das montanhas. Dilúvio bíblico. Revoluções periódicas.
Cataclismas futuros. Crescimento ou diminuição do volume da Terra. Cap. IX, 1 a 15
Hipótese sobre a origem do corpo humano. Cap. XI, 15 e 16
Raça Adâmica - Cap. XI, 38 a 42
Os Seis Dias - Cap. XII, 1 a 12
O.P. Profissão de Fé Espírita raciocinada. Criação
1ª parte.

18

A DIVERSIDADE DAS RAÇAS HUMANAS

L.E. Povoamento da Terra. Adão - Q. 50 e 51
Diversidade das raças humanas - Q. 52 a 54
Considerações e concordâncias Bíblicas concernentes à Criação - Q. 59
Sucessão e aperfeiçoamento das raças - Q. 688 a 692
G. Período Pós- diluviano ou Atual - Nascimento do Homem. Cap. VII, 48 e 49
Hipótese sobre a origem do corpo humano - Cap. XI, 15 e 16
Raça Adâmica - Cap. XI, 38 a 42
Os Seis Dias - Cap. XII, 1 a 12
O.P. Teoria da Beleza - 1ª parte

19

HÁ MUITAS MORADAS NA CASA DE MEU PAI

L.E. Pluralidade dos Mundos - Q. 55 a 58
E.S.E. Há muitas moradas na Casa de M eu Pai. Cap.III, 1
Diferentes estados da alma na Erraticidade. Cap. III, 2
Diferentes categorias de mundos habitados. Cap. III, 3 a 5
Destinação da Terra. Causas das misérias humanas - Cap. III, 6 e 7
Mundos Inferiores e Mundos Superiores. Cap.III, 8 a 12
Mundos de Expiações e de Provas - Cap. III, 13 a 15
Mundos Regeneradores - Cap. III, 16 a 18
Progressão dos mundos - Cap. III, 19
G. Diversidade dos mundos - Cap. VI, 58 a 61
Eterna sucessão dos mundos - Cap. VI. 48 a 52

20

O PRINCÍPIO VITAL

L.E. Seres Orgânicos e Inorgânicos - Q. 60 a 67
A Vida e a Morte - Q. 68 a 70
Inteligência e Instinto - Q. 71 a 75
G. Princípio Vital - Cap. X, 16 a 19
Escala dos Seres Orgânicos. O Homem Corpóreo - Cap. X, 24 a 30
O Instinto e a Inteligência - Cap. III, 11 a 19
Princípio Espiritual - Cap. XI, 5

21

ORIGEM E NATUREZA DOS ESPÍRITOS

L.E. Origem e Natureza dos Espíritos - Q. 76 a 83
Mundo Normal Primitivo - Q. 84 a 87
Forma e Ubiqüidade dos Espíritos - Q. 88 a 92
Sexo nos Espíritos - Q. 200 a 202
L.M. Há Espíritos? - 1ª parte - Cap. I, 1 a 6
Vocabulário Espírita - Cap. XXXII
G. Princípio Espiritual. União do princípio espiritual à matéria - Cap. XI, 1 a 14
O.P. Controvérsias sobre a idéia da existência de seres intermediários entre o homem e Deus - 1ª parte.

22

O PERISPÍRITO

L.E. Perispírito - Q . 93 a 95
L.M. Da ação dos Espíritos sobre a Matéria - 2ª parte - Cap. I, 52 a 59
Vocabulário Espírita - cap. XXXII
G. Formação e propriedade do Perispírito - cap. XIV, 7 a 12
O.P. O Perispírito como princípio das manifestações - 1ª parte

23

A PROGRESSÃO DOS ESPÍRITOS

L.E. Diferentes ordens de Espíritos - Q. 96 a 99
Escala Espírita - Q. 100 a 113
Progressão dos Espíritos - Q. 114 a 127
Anjos e Demônios - Q. 128 a 131
L.M. Da natureza das comunicações - 2ª parte - Cap. X, 133 a 138
Provas possíveis de identidade - 2ª parte, Cap. XXIV, 255 a 261
Modos de se distinguirem os bons dos maus Espíritos - 2ª parte, cap. XXIV, 262 a 267
Questões sobre a natureza e a identidade dos Espíritos - 2ª parte - Cap. XXIV, 268
Dissertações Espíritas - 2ª parte - Cap. XXXI, item XXV
E.S.E. Deixai que venham a mim as criancinhas - Cap. VIII, 18 e 19
C.I. Os Anjos - 1ª parte, cap. VIII, 1 a 15
Os Demônios - 1ª parte - Cap. IX, 1 a 23

24

A ALMA

L.E. Introdução II
Objetivo da encarnação - Q. 132 e 133
A Alma - Q. 134 a 146
Materialismo - Q. 147 e 148
E.S.E. Limites da encarnação - Cap. IV, 24
Necessidade da encarnação - Cap. IV, 25 e 26
G. Encarnação dos Espíritos - Cap. XI, 17 a 32
O.P. Profissão de Fé Espírita raciocinada. A Alma - 1ª parte

25

A MORTE

L.E. A Alma após a morte - Q. 149 e 153
Separação da alma e do corpo - Q. 154 a 162
Perturbação espiritual - Q. 163 a 165
Intuição das penas e gozos futuros - Q. 961
L.M. Questões sobre a sorte dos Espíritos - 2ª parte, Cap. XXVI, 292
E.S.E. Prevendo próxima a morte. Por um agonizante. Por alguém que acaba de morrer. Pelas pessoas a quem tivemos afeição - Cap. XXVIII, 40, 57, 59 e 62.
Perda de pessoas amadas. Morte prematura - Cap. V, 21
C.I. Causas do temor da morte - 1ª parte, Cap. II, 1a 9
Por que os Espíritas não temem a morte - 1ª parte,Cap. II, 10
O Passamento - 2ª parte, Cap. I, 1 a 15

26

ENCARNAÇÃO NOS DIFERENTES MUNDOS

L.E. Encarnação nos diferentes mundos - Q. 172 a 188
Transmigrações progressivas - Q. 189 a 196
E.S.E. Diferentes categorias de mundos habitados - Cap. III, 3 a 5
G. Reencarnações - Cap. XI, 33 e 34
Emigrações e imigrações dos Espíritos - Cap. XI, 35 a 37

27

A REENCARNAÇÃO

L.E. A Reencarnação - Q. 166 a 170
Justiça da reencarnação - Q. 171
Sorte das crianças depois da morte - Q. 197 a 199
Ressurreição da carne - Q. 1010
L.M. Vocábulário Espírita - cap. XXXII
E.S.E. Motivos de resignação - Cap. V, 12 e 13
Ato de submissão e resignação - Cap. XXVIII, 30
A reencarnação fortalece os laços de família, ao passo que a unicidade da existência os rompe - Cap. IV, 18 a 23
G. Reencarnações - Cap. XI, 33e 34
O.P. A Morte Espiritual - 1ª parte

28

REENCARNAÇÃO E PARENTESCO

L.E. Sexo nos Espíritos - Q. 200 a 202
Parentesco, filiação - Q. 203 a 206
Parecenças físicas e morais - Q. 207 a 217
Ideias inatas - Q. 218 a 221
E.S.E. A reencarnação fortalece os laços de família, ao passo que a unicidade da existência os rompe - Cap. IV, 18 a23
Quem é minha mãe e quem são meus irmãos - Cap. XIV, 5 e 7
A parentela corporal e a parentela espiritual - Cap. XIV, 8
G. Reencarnações - Cap. XI, 33 e 34

29

PLURALIDADE DAS EXISTÊNCIAS

L.E. Considerações sobre a pluralidade das existências. Q . 222
A reencarnação - Q. 166 a 170
Justiça da reencarnação - Q. 171
E.S.E. Motivos de resignação - Cap. V, 12 e 13
Ressurreição e reencarnação - Cap. IV, 4 a 17
O.P. O Caminho da vida - 1ª parte

30

O ESPÍRITO NA ERRATICIDADE

L.E. Espíritos errantes - Q. 223 a 233
Mundos transitórios - Q. 234 a 236
L.M. Vocábulário Espírita - Cap. XXXII
E.S.E. Diferentes estados da alma na Erraticidade - Cap.III, 2

31

PERCEPÇÕES, SENSAÇÕES E SOFRIMENTOS DOS ESPÍRITOS

L.E. Percepções, sensações e sofrimentos dos Espíritos - Q, 237 a 256
Ensaio teórico da sensação nos Espíritos - Q. 257
O.P. A Música Celeste - 1ª parte
Música Espírita - 1ª parte

32

ESCOLHA DAS PROVAS PELO ESPÍRITO

L.E. Espíritos errantes - Q. 223 a 233
Escolha das provas - Q. 258 a 273
Fatalidade - Q. 851 a 867
E.S.E. Bem e mal sofrer - Cap. V, 18

33

AS RELAÇÕES NO MUNDO DOS ESPÍRITOS

L.E. Escala Espírita - Q. 100 a 113
As relações no além-túmulo - Q. 274 a 290
Relações de simpatia e antipatia entre os Espíritos - Metades eternas - Q. 291 a 303

34

RECORDAÇÃO DA EXISTÊNCIA CORPÓREA PELO ESPÍRITO

L.E. Perturbação espiritual - Q. 163 a 165
Espíritos errantes - Q. 223 a 233
Recordação da existência - Q. 304 a 319

35

A COMEMORAÇÃO DOS MORTOS

L.E. Comemoração dos mortos. Funerais - Q. 320 a 329
E.S.E. Deixai aos mortos o cuidado de enterrar os seus mortos. Cap. XXIII, 7 e 8

36

PRENÚNCIO DA REENCARNAÇÃO

L.E. A reencarnação - Q. 166 a 170
Justiça da reencarnação - Q. 171
Prelúdio da volta - Q. 330 a 343

37

UNIÃO DA ALMA E DO CORPO

L.E. União da alma e do corpo - Q. 344 a 360
E.S.E. Por uma criança que acaba de nascer - Cap. XXVIII, 53

38

FACULDADES MORAIS E INTELECTUAIS DO HOMEM

L.E. Ideias inatas - Q. 218 a 221
Faculdades morais e intelectuais do homem - Q. 361 a 366
Influência do organismo - Q. 367 a 370
Necessidade da vida social - Q. 768
E.S.E. Missão do homem inteligente na Terra - Cap. VII, 13
Cuidar do Corpo e do Espírito - Cap. XVII, 11

39

SITUAÇÃO DO ESPÍRITO NO IDIOTISMO E NA LOUCURA

L.E. Influência do organismo - Q. 367 a 370
Idiotismo, loucura - Q. 371 a 378
E.S.E. Cuidar do Corpo e do Espírito - Cap. XVII, 11
Pelos doentes - Cap. XXVIII, 77
O suicídio e a loucura - cap. V, 14 a 17

40

UTILIDADE DA INFÂNCIA TERRENA

L.E. A infância - Q. 379 a 385
E.S.E. Deixai que venham a mim as criancinhas - Cap. VIII, 18 e 19
Simplicidade e pureza de coração - Cap. VIII,1 a 4

41

O ESQUECIMENTO DO PASSADO

L.E. Simpatia e antipatia terrenas - Q. 386 a 391
Esquecimento do passado - Q. 392 a 399
L.M. Perguntas sobre existências passadas e futuras - 2ª parte, Cap. XXVI, 290
E.S.E. Esquecimento do passado - Cap. V, 11

42

O SONO E OS SONHOS

L.E. O sono e os sonhos - Q. 400 a 412
E.S.E. À hora de dormir - Cap. XXVIII, 38
G. Vista espiritual ou psíquica. Sonhos - Cap. XIV, 28
Sonhos - Cap. XV, 3
O.P. Emancipação da alma - 1ª parte

43

LETARGIA, CATALEPSIA, MORTES APARENTES

L.E. O sono e os sonhos - Q. 407 a 409
Letargia, catalepsia, mortes aparentes - Q. 422 a 424
G. Catalepsia. Ressurreições - Cap. XIV, 29 e 30.
Ressurreições: A filha de Jairo, filho da viúva de Naim - Cap. XV, 37 a 40
O.P. Emancipação da alma - 1ª parte, 25 e 27

44

TRANSMISSÃO OCULTA DO PENSAMENTO

L.E. Visita espírita entre pessoas vivas - Q. 413 a 418
Transmissão oculta do pensamento - Q. 419 a 421
L.M. Evocação de pessoas vivas - 2ª parte - Cap. XXV, 284
Telegrafia humana - 2 parte - Cap. XXV, 285
Aparições dos Espíritos de pessoas vivas. Homens duplos. 2ª parte - Cap. VII, 114 a 121
O.P. Aparição de pessoas vivas. Bicorporeidade - 1ª parte
Dos homens duplos e das aparições de pessoas vivas - 1ª parte
Fotografia e telegrafia do pensamento - 1ª parte

45

SONAMBULISMO E ÊXTASE

L.E. O sono e os sonhos - Q. 400 a 412
Sonambulismo - Q. 425 a 438
Êxtase - Q. 439 a 446
Resumo teórico do sonambulismo, do êxtase e da dupla vista - Q. 455
G. Vista espiritual ou psíquica. D upla vista.
Sonambulismo. Sonhos - Cap. XIV, 22 a 27
O.P. Causa e natureza da clarividência sonambúlica.
Explicação do fenômeno da lucidez - 1ª parte.
Emancipação da alma - 1 parte - 25 e 26, 28 a 30

46

A VISTA ESPIRITUAL

L.E. O sono e os sonhos - Q. 400 a 412
Sonambulismo - Q. 425 a 438
Dupla vista - Q. 447 a 454
Resumo teórico do sonambulismo, do êxtase e da dupla vista - Q. 455
G. Vista espiritual ou psíquica. Dupla vista - Cap. XIV, 22 a 27
Dupla vista: entrada de Jesus em Jerusalém. Beijo de Judas. Pesca maravilhosa. Vocação de Pedro, André, Tiago, João e Mateus - Cap. XV, 5 a 9
Tempestade aplacada - Cap. XV, 45 e 46
O.P. A segunda vista. Conhecimento do futuro. Previsões - 1ª parte

47

A OBSESSÃO

L.E. Influência oculta dos Espíritos em nossos pensamentos e atos - Q. 459 a 472
Possessos - Q. 473 a 480
Convulsionários - Q. 481 a 483
L.M. Obsessão simples. Fascinação. Subjugação.
Causas de obsessão. Meios de a combater - Cap. XXIII, 237 a 254
E.S.E. Reconciliação com os adversários - Cap. X, 5 e 6
Os inimigos desencarnados - Cap. XII, 5 e 6
Para afastar os maus Espíritos - Cap. XXVIII, 15 e 16
Para pedir a força de resistir a uma tentação - Cap. XXVIII, 20Pelos obsidiados - Cap. XXVIII, 81
G. Obsessões e possessões - Cap. XIV, 45 a 49
Possessos - Cap. XV, 29 a 36
O.P. Da obsessão e da possessão - 1ª parte
Questões e problemas. As expiações coletivas - 1ª parte

48

OS ESPÍRITOS PROTETORES

L.E. Afeição que os Espíritos votam a certas pessoas - Q. 484 a 488
Anjos de guarda. Espíritos protetores, familiares ou simpáticos - Q. 489 a 521
Pressentimentos - Q. 522 a 524
E.S.E. Aos Anjos guardiâes e aos Espíritos protetores - Cap. XXVIII, 11
Para pedir um conselho - Cap. XXVIII, 24
Ação de graças pela vitória alcançada sobre uma tentação - Cap. XXVIII, 22

49

INFLUÊNCIA DOS ESPÍRITOS EM NOSSOS PENSAMENTOS E ATOS

L.E. Faculdade que têm os Espíritos de penetrar em nossos pensamentos - Q. 456 a 458
Influência oculta dos Espíritos em nossos pensamentos e atos - Q. 459 a 472
E.S.E. Pecado por pensamentos. Adultério - Cap. VIII, 5 a 7
Reconciliação com os adversários - Cap. X, 5 e 6
Os inimigos desencarnados - Cap. XII, 5 e 6
Para pedir a força de resistir a uma tentação -Cap. XXVIII, 20
Para afastar os maus Espíritos - Cap. XXVIII, 15 e 16
G. Tentação de Jesus - Cap. XV, 52 e 53

50

INFLUÊNCIA DOS ESPÍRITOS NOS ACONTECIMENTOS DA VIDA

L.E. Influência oculta dos Espíritos em nossos pensamentos e atos - Q. 459 a 472
Pressentimentos - Q. 522 a 524
Influência dos Espíritos nos acontecimentos da vida - Q. 525 a 535
E.S.E. Ação de graças por um favor obtido - Cap. XXVIII, 28

51

AÇÃO DOS ESPÍRITOS NOS FENÔMENOS DA NATUREZA

L.E. Ação dos Espíritos nos fenômenos da natureza - Q. 536 a 540
G. Tempestade aplacada - Cap. XV, 45 e 46

52

OS ESPÍRITOS DURANTE OS COMBATES

L.E. Influência oculta dos Espíritos em nossos pensamentos e atos - Q. 459 a 472
Guerras - Q. 742 a 745
Os Espíritos durante os combates - Q. 541 a 548
Ensaio teórico da sensação nos Espíritos - Q. 257
Sacrifícios - Q. 671
E.S.E. Sacrifício da própria vida - Cap V, 29

53

CONSIDERAÇÕES SOBRE A MEDIUNIDADE

L.E. Influência oculta dos Espíritos em nossos pensamentos e atos - Q. 459 a 472
Introdução IV
L.M. Sobre os médiuns - 2ª parte - Cap. XXXI, itens X a XV e XXI
Vocabulário espírita - Cap. XXXII
E.S.E. Não são os que gozam de saúde que precisam de médico - Cap. XXIV, 11 e 12
Mediunidade gratuita - Cap. XXVI, 7 a 10
Para os médiuns - cap. XXVIII, 8 e 9
C.I. Da proibição de evocar os mortos - Cap. XI, 8 a 15
G. Manifestações físicas - Mediunidade - Cap. XIV, 40 a 44
Superioridade da natureza de Jesus - Cap. XV, 1 e 2

54

VARIEDADES E TIPOS DE MÉDIUNS

L.E. Influência oculta dos Espíritos em nossos pensamentos e atos - Q. 459 a 472
Introdução IV
L.M. Dos médiuns - Cap. XIV, 159 a 177
Dos médiuns escreventes ou psicógrafos - Cap. XV, 178 a 184
Dos médiuns especiais - Cap. XVI, 185 a 199
Sobre os médiuns - Cap. XXXI, itens XI e XII
Vocabulário espírita - Cap. XXXII
E.S.E. Não são os que gozam de saúde que precisam demédico - Cap. XXIV, 11 e 12
Para os médiuns - Cap. XXVIII, 8 e 9
O.P. Caráter e conseqüências religiosas das manifestações dos Espíritos. Dos médiuns - 1ª parte parágrafo 6, itens 33 a 55

55

O DESENVOLVIM ENTO DA MEDIUNIDADE

L.E. Influência oculta dos Espíritos em nossos pensamentos e atos - Q. 459 a 472
Introdução IV, XII e XV
L.M. Desenvolvimento da Mediunidade, Cap. XVII, 200 a 218
Mudança de caligrafia - Cap. XVII, 219
Perda e suspensão da mediunidade - Cap. XVII, 220
Dos inconvenientes e perigos da mediunidade - Cap. XVIII, 221 e 222
Sobre os médiuns - Cap. XXXI, itens X, XII, XIII, XIV, XV
Vocabulário Espírita - Cap. XXXII
E.S.E. Não são os que gozam de saúde que precisam de médico - Cap. XXIV, 11 e 12
Mediunidade gratuita - Cap. XXVI, 7 a 10
Para os médiuns - Cap. XXVIII, 8 e 9

56

O PAPEL DO MÉDIUM NAS COMUNICAÇÕES ESPÍRITAS

L.E. Influência oculta dos Espíritos em nossos pensamentos e atos - Q. 459 a 472
Introdução IV
L.M. Do papel dos médiuns nas comunicações espíritasCap. XIX, 223 a 225
Da influência moral do médium - Cap. XX, 226 a 230
Da influência do meio - Cap. XXI, 231 a 233
Sobre as Sociedades Espíritas - Cap. XXXI, itens XXII, XXIII, XXIV e XXV.
Médiuns interesseiros - 2ª parte - Cap. XXVIII, 304 a 313
Fraudes Espíritas - 2 parte - Cap. XXVIII, 314 a 323
E.S.E Não são os que gozam de saúde que precisam de médico - Cap. XXIV, 11 e 12
Para os médiuns - Cap. XXVIII, 8 e 9
G. Manifestações físicas. Mediunidade - Cap. XIV, 40 a 44

57

AS BÊNÇÃOS E AS MALDIÇÕES

L.E. Influência oculta dos Espíritos em nossos pensamentos e atos - Q. 459 a 472
Pactos - Q. 549 a 550
Poder oculto. Talismãs. Feiticeiros - Q. 551 a 556
Bênçãos e Maldições - Q. 557
L.M. Dos médiuns - Cap. XIV, 159
Do maravilhoso e do sobrenatural - 1ª parte - Cap. II, 7 a 17
Médiuns curadores - Cap. XIV, 175 e 176
E.S.E. Dai gratuitamente o que gratuitamente recebeste: Dom de curar - Cap. XXVI, 1 e 2
Preces pagas - Cap. XXVI, 3 e 4
Mercadores expulsos do templo - Cap. XXVI, 5 e 6
G. Curas - Cap. XIV, 31 a 34
O.P. A segunda vista. Conhecimento do futuro. Previsões - 1ª parte.

58

O DOM DE CURAR

L.E. Poder oculto. Talismã. Feiticeiros - Q. 555 e 556
L.M. Médiuns curadores - Cap. XIV, 175 e 176
Do maravilhoso e do sobrenatural - 1ª parte, Cap. II, 7 a 17
E.S.E. Dom de curar - cap. XXVI, 1 e 2
Mediunidade gratuita - Cap. XXVI, 7 a 10
G. Curas - Cap. XIV, 31 a 34
Curas - Cap. XV, 10 a 28

59

O MARAVILHOSO E O SOBRENATURAL

L.E. Influência oculta dos Espíritos em nossos pensamentos e atos - Q. 459
Conclusão II
L.M. Do maravilhoso e do sobrenatural - 1ª parte, cap. II 7 a 17
C.I. Intervenção dos demônios nas modernas manifestações - 1ª parte - Cap. X, 1 a 19
G. Os milagres no sentido teológico - Cap. XIII, 1 a 3
O Espiritismo não faz milagres - Cap. XIII, 4 a 14
Faz Deus milagres? - Cap. XIII, 15 a 17
O sobrenatural e as religiões - Cap. XIII, 18 e 19
Prodígios por ocasião da morte de Jesus - Cap. XV, 54 e 55
Bodas de Caná - A multiplicação dos pães - O fermentodos fariseus - O pão do Céu - Cap. XV, 47 a 51
O.P. Caráter e conseqüências religiosas das manifestações dos Espíritos - 1ª parte
Os milagres provam a divindade do Cristo? - 1ª parte

60

AS MANIFESTAÇÕES ESPÍRITAS

L.E. Influência oculta dos Espíritos em nossos pensamentos e atos - Q. 459
Introdução III a V e IX
L.M. Da ação dos Espíritos sobre a matéria - 2ª parte - Cap. I, 52 a 59
Das manifestações físicas. Das mesas girantes - 2ª parte, Cap. II, 60 a 64
Das manifestações inteligentes - 2ª parte - Cap. III, 65 a 71
Da teoria das manifestações físicas - 2ª parte - Cap. IV, 72 a 81
Das manifestações físicas espontâneas - 2ª parte - Cap. V, 82 a 95
Fenômeno de transporte - 2ª parte - Cap. V, 96 a 99
Dissertações Espíritas - Cap. XXXI, item XVII
Vocabulário Espírita - Cap. XXXII
G. Manifestações físicas - Mediunidade - Cap. XIV, 40 a 44

61

CONSIDERAÇÕES SOBRE AS MANIFESTAÇÕES INTELIGENTES

L.E. Influência oculta dos Espíritos em nossos pensamentos e atos - Q. 459
Introdução III a V
L.M. Das manifestações inteligentes - 2ª parte - Cap. III, 65 a 71
Da sematologia e da tiptologia - 2ª parte - Cap. XI, 139 a 145
Da pneumatografia ou escrita direta. Da pneumatofonia - 2ª parte, Cap. XII 146 a 151
Da psicografia - 2ª parte - Cap. XIII, 152 a 158
Vocabulário Espírita - Cap. XXXII
G. Manifestações físicas - Mediunidade - cap. XIV, 40 a 44

62

AS MANIFESTAÇÕES VISUAIS

L.E. Influência oculta dos Espíritos em nossos pensamentos e atos - Q. 459
L.M. Das manifestações visuais - 2ª parte - Cap.; VI, 100
Ensaio teórico sobre as aparições - 2ª parte - Cap. VI, 101 a 110
Teoria da alucinação - 2ª parte - Cap. VI, 111 a 113
Da bicorporeidade e da transfiguração - 2ª parte - Cap. VII, 114 a 125
Vocabulário espírita - Cap. XXXII
G. Aparições e transfigurações - Cap. XIV, 35 a 39
Estrela dos Magos - Cap. XV, 4
Jesus caminha sobre a água - Cap. XV, 41 e 42
Transfiguração - Cap. XV, 43 e 44
Aparição de Jesus, após sua morte - Cap. XV, 56 a 63
O.P. Manifestações visuais - 1ª parte - II, 16 a 21
Transfiguração, invisibilidade - 1ª parte, III, 22 e 23
Aparição de pessoas vivas - Bicorporeidade - 1ª parte, V
Dos homens duplos e das aparições de pessoas vivas - 1ª parte

63

OS LUGARES ASSOMBRADOS

L.E. Influência oculta dos Espíritos em nossos pensamentos e em nossos atos - Q. 459
Poder oculto. Talismãs. Feiticeiros - Q. 555 (nota)
Bênçãos e maldições - Q. 557
L.M. Das manifestações físicas espontâneas - 2ª parte - Cap. V, 82 a 95
Fenômeno de transporte - 2ª parte - Cap. V, 96 a 99
Dos lugares assombrados - 2ª parte - Cap. IX, 132
Vocabulário Espírita - Cap. XXXII

64

AS OCUPAÇÕES E MISSÕES DOS ESPÍRITOS

L.E. Das ocupações e missões dos Espíritos - Q. 558 a 584
L.M. Perguntas sobre as invenções e descobertas - 2ª parte - Cap. XXVI, 294
Dissertações Espíritas - 2ª parte - Cap. XXXI, itens VI a VIII

65

OS TRABALHADORES DA ÚLTIMA HORA

L.E. Das ocupações e missões dos Espíritos - Q. 558 a 584
L.M. Dissertações Espíritas - 2ª parte Cap. XXXI, itens VI a VIII
E.S.E. Os trabalhadores da última hora - Cap. XX, 1
Os últimos serão os primeiros - Cap. XX, 2 e 3
Missão dos Espíritas- Cap. XX, 4
Os obreiros do Senhor - Cap. XX, 5
Não vades ter com os gentios - Cap. XXIV, 8 a 10

66

CONHECE-SE A ÁRVORE PELO FRUTO

L.E. Das ocupações e missões dos Espíritos - Q. 558 a 584
Conhecimento da lei natural - Q. 622 a 624
L.M. Dissertações espíritas - Cap. XXXI, itens XI e XXVIII
E.S.E. Conhece-se a árvore pelo fruto - Cap. XXI, 1 a 3
Missão dos profetas - Cap. XXI, 4
Prodígios dos falsos profetas - Cap. XXI, 5
Não creiais em todos os Espíritos - Cap. XXI, 6 e 7
Os falsos profetas - Cap. XXI, 8
Caracteres do verdadeiro profeta - Cap. XXI, 9
Os falsos profetas da Erraticidade - Cap. XXI, 10
Jeremias e os falsos profetas - Cap. XXI, 11
G. Ninguém é profeta em sua terra - Cap. XVII, 1 e 2
Vossos filhos e vossas filhas profetizarão - Cap. XVII, 59 a 61

67

OS TRÊS REINOS DA NATUREZA

L.E. Os minerais e as plantas - Q. 585 a 591
Os animais e o homem - Q. 592 a 610
Metempsicose - Q. 611 a 613
Seres orgânicos e inorgânicos - Q. 60 a 67
A vida e a morte - Q. 68 a 70
Inteligência e instinto - Q. 71 a 75
L.M. Da mediunidade nos animais - 2ª parte - Cap. XXII234 a 236
Evocação dos animais - 2ª parte, cap. XXV, 283
G. Escala dos seres orgânicos - Cap. X, 24 e 25
O homem corpóreo - Cap. X, 26 a 30

68

O CONHECIMENTO DA LEI DIVINA

L.E. Caracteres da lei natural - Q. 614 a 618
Conhecimento da lei natural - Q. 619 a 628
O bem e o mal - Q. 629 a 646
Divisão da lei natural -Q. 647 e 648
E.S.E. As três revelações: Moisés, Cristo e Espiritismo - Cap. I, 1 a 7
A nova era - Cap. I, 9 a 11
G. Parábola dos vinhateiros homicidas - Cap. XVII, 29 e 30

69

O BEM E O MAL

L.E. O bem e o mal - Q. 629 a 646
Divisão da lei natural - Q. 647
E.S.E. O mal e o remédio - Cap. V, 19
Se fosse um homem de bem, teria morrido - Cap. V, 22
G. Origem do bem e do mal - Cap. III, 1 a 10

70

PRECURSORES DA IDEIA CRISTÃ E DO ESPIRITISMO

L.E. Conhecimento da lei natural - Q. 619 a 628
E.S.E. Sócrates e Platão, precursores da idéia cristã e do Espiritismo - Introdução IV
As três revelações: M oisés, Cristo e Espiritismo - Cap. I, 1 a 7
A nova era - cap. I, 9 a 11

71

ALIANÇA DA CIÊNCIA E DA RELIGIÃO

L.E. Conhecimento da lei natural - Q . 619, 622, 623, 626 e 628
E.S.E Aliança da Ciência e da Religião - Cap. I, 8
Dar-se-á ao que tem - Cap.XVIII, 13 a 15
G. Papel da Ciência na Gênese - cap. IV, 1 a 17
Um só rebanho e um só pastor - Cap. XVII, 31 e 32

72

O CONSOLADOR PROMETIDO

L.E. Conhecimento da lei natural - Q. 619 a 628
L.M. Dissertações Espíritas - Cap XXXI, IX
E.S.E. O jugo leve - Cap. VI, 1 e 2
Consolador prometido. O advento do Espírito da Verdade - Cap. VI, 3 a 8
Prefácio
As três revelações: Moisés, Cristo e Espiritismo - Cap. I, 1 a 7
A nova era - Cap. I, 9 a 11
Parábola do festim de bodas- Cap. XVIII, 1 e 2
G. Anunciação do Consolador - Cap. XVII, 35 a 42
Segundo advento do Cristo - Cap. XVII, 43 a 46

73

JESUS - GUIA E MODELO DA HUMANIDADE

L.E. Conhecimento da lei natural - Q. 624 e 625E.S.E. A realeza de Jesus - Cap. II, 4
Uma realeza terrestre - Cap. II, 8
Candeia sob o alqueire. Por que fala Jesus por parábolas - Cap. XXIV, 1 a 7
G. Superioridade da natureza de Jesus - Cap. XV, 1 e 2
Desaparecimento do corpo de Jesus - Cap. XV, 64 a 67
Aparecimento de Jesus, após sua morte - Cap. XV, 56 a 63
O.P. Estudo sobre a natureza do Cristo: Fontes das provas sobre a natureza do Cristo. Os milagres provam a divindade do Cristo? As palavras de Jesus provam sua divindade? Palavras de Jesus depois de sua morte. Dupla natureza de Jesus. Opinião dos Apóstolos. Predição dos profetas em relação a Jesus. O Verbo se fez carne. O Filho de Deus e o Filho do homem. - 1ª parte

74

JESUS E AS PARÁBOLAS EVANGÉLICAS

L.E. Conhecimento da lei natural - Q. 625 a 628
E.S.E. Dar-se-á ao que tem - Cap. XVIII, 13 a 15
Candeia sob o alqueire. Por que fala Jesus por parábolas - XXIV, 1 a 7
Parábola dos trabalhadores da última hora - Cap. XX, 1
Os últimos serão os primeiros - Cap. XX, 2 e 3
Parábola do festim de bodas - Cap. XVIII, 1 e 2
Parábola dos credores e devedores - cap. XI, 3 e 4
Parábola do bom samaritano, Cap, XV, 1 a 3
Parábola dos talentos - Cap. XVI, 6
Parábola do mau rico - Cap. XVI. 5
Parábola da figueira que secou - Cap. XIX, 8 a 10Parábola do semeador - Cap. XVII, 5 e 6
Notícias históricas - Introdução III
G. Parábola dos vinhateiros homicidas - cap. XVII, 29 e 30

75

A PRECE

L.E. Caracteres da lei natural - Q. 614 a 618
Conhecimento da lei natural - Q. 619 a 628
A prece - Q. 658 a 666
E.S.E. Qualidades da prece - Cap. XXVII, 1 a 4
Eficácia da prece - Cap. XXVII, 5 a 8
Ação da prece. Transmissão do pensamento - Cap. XXVII, 9 a 15
Preces inteligíveis - Cap. XXVII, 16 e 17
Da prece pelos mortos e pelos Espíritos sofredores - Cap. XXVII, 18 a 21
Maneira de orar - Cap. XXVII, 22
Felicidade que a prece proporciona - Cap. XXVII, 23
Coletânea de preces espíritas - Cap. XXVIII, 1
Oração dominical - Cap. XXVIII, 2 e 3
Perdoai para que Deus vos perdoe - Cap. X, 1 a 4
Pelas almas sofredoras que pedem prece - Cap. XXVIII, 64

76

A LEI DE ADORAÇÃO

L.E. Divisão da lei natural - Q. 647 e 648
Objetivo da adoração - Q. 649 a 652
Adoração exterior - Q. 653 a 656
Vida contemplativa - Q. 657
A prece - Q. 658 a 666
Politeísmo - Q. 667 a 668Sacrifícios - Q. 669 a 673
Casamento e celibato - Q. 699
E.S.E. Qualidades da prece - Cap. XXVII, 1 a 4
Maneira de orar - Cap. XXVII, 22
O sacrifício mais agradável a Deus - Cap. X, 7 e 8

77

BUSCAI E ACHAREIS

L.E. Divisão da lei natural - Q. 647 e 648
Necessidade do trabalho - Q. 674 a 681
Limites do trabalho. Repouso - Q. 682 a 685
E.S.E. Ajuda-te a ti mesmo, que o Céu te ajudará - Cap. XXV, 1 a 5
Observai os pássaros do céu - Cap. XXV, 6 a 8
Não vos afadigueis pela posse do ouro - Cap. XXV, 9 a 11

78

A LEI DE REPRODUÇÃO

L.E. Divisão da Lei Natural - Q. 647 e 648
População do Globo - 686 e 687
Sucessão e aperfeiçoamento das raças - Q. 688 a 692
Obstáculos à reprodução - Cap. 693 e 694
Casamento e Celibato - Q. 695 a 699
Poligamia - Q. 700 e 701
G. Formação Primária dos Seres Vivos - Cap. X, 1 a 15
O.P. Teoria da Beleza - 1ª parte

79

O ABORTO E SUAS CONSEQÜÊNCIAS

L.E. População do Globo - Q. 686 e 687
Obstáculos à reprodução - Q. 693 e 694
União da Alma e do Corpo - Q. 357 a 360

80

CASAMENTO E DIVÓRCIO

L.E. Casamento e Celibato - Q. 695 a 699
Poligamia - Q. 700 e 701
Laços de Família - Q. 775
Igualdade dos Direitos do Homem e da Mulher - Q. 817 a 822
E.S.E. Indissolubilidade do Casamento. O divórcio - Cap.XXII, 1 a 5

81

A LEI DE CONSERVAÇÃO

L.E. Divisão da Lei Natural - Q. 647 e 648
Instinto de conservação - Q. 702 a 703
Meios de conservação - Q. 704 a 710
Gozo dos bens terrenos - Q. 711 a 714
Necessário e supérfluo - Q. 715 a 717
Privações voluntárias. M ortificações - Q. 718 a727
E.S.E. Observai os pássaros do céu - Cap. XXV, 6 a 8
Não vos afadigueis pela posse do ouro - Cap. XXV, 9 a 11

82

O NECESSÁRIO E O SUPÉRFLUO

L.E. Gozo dos bens terrenos - Q. 711 a 714
Necessário e supérfluo - Q. 715 a 717
Direito de propriedade. Roubo - Q . 883
E.S.E. A verdadeira propriedade - Cap. XVI, 9 e 10
Transmissão da riqueza - cap. XVI, 15

83

OS SOFRIMENTOS VOLUNTÁRIOS

L.E. Privações voluntárias. Mortificações - Q. 718 a 727
E.S.E. Os tormentos voluntários - cap. V, 23
Provas voluntárias. O verdadeiro cilício - cap. V, 26
Proveito dos sofrimentos para outrem - cap. V, 31

84

A DESTRUIÇÃO NECESSÁRIA E A ABUSIVA

L.E. Divisão da lei natural - Q. 647 a 648
Destruição necessária e a abusiva - Q. 728 a 736
Flagelos destruidores - Q. 737 a 741
Guerras - Q. 742 a 745
Assassínio - Q. 746 a 751
Crueldade - Q. 752 a 756
Duelo - Q. 757 a 759
Pena de morte - Q. 760 a 765
E.S.E. Se alguém vos bater na face direita, apresentai-lhe também a outra - Cap. XII, 7 e 8
A vingança - Cap. XII, 9
O duelo - cap. XII, 11 a 16
G. Destruição dos seres uns pelos outros - cap. III, 20 a 24

85

AS EXPIAÇÕES COLETIVAS

L.E. Flagelos destruidores - Q. 737 a 741
Guerras - Q. 742 a 745
E.S.E. Causas anteriores das aflições - cap. V, 6 a 10
G. A geração nova - Cap. XVIII, 32 a 35
O.P. Questões e problemas. As expiações coletivas - 1ª parte

86

A NECESSIDADE DA VIDA SOCIAL

L.E. Divisão da lei natural - Q. 647 e 648
Necessidade da vida social - Q. 766 a 768
Vida de insulamento. Voto de silêncio - Q. 769 a 772
Laços de família - Q. 773 a 775
E.S.E. O homem no mundo - cap. XVII, 10
A ingratidão dos filhos e os laços de família - Cap. XIV, 9

87

A INFÂNCIA DA HUMANIDADE

L.E. Estado de natureza - Q. 776 a 778
Caracteres da lei natural - Q. 614 a 618
O bem e o mal - Q. 629 a 646
Progressão dos Espíritos - Q. 114, 115, 118 a 120, 122 e 127
E.S.E. Mundos de expiações e de provas - Cap. III, 14

88

A MARCHA DO PROGRESSO

L.E. Marcha do progresso - Q. 779 a 785
Progressão dos Espíritos - Q. 114 a 127
L.M. Perguntas sobre os outros mundos - 2ª parte - Cap. XXVI, 296
E.S.E. Progressão dos mundos - Cap. III, 19
Diferentes categorias de mundos habitados - Cap. III, 3 a 5
Destinação da Terra. Causa das misérias humanas - Cap. III, 6 e 7
Mundos inferiores e mundos superiores - Cap. III, 8 a 12
Mundos de expiações e de provas - Cap. III, 13 a 15
Mundos regeneradores - Cap. III, 16 a 18
A melancolia - Cap. V, 25
G. Sinais dos tempos - Cap. XVIII, 1 a 26
A geração nova - Cap. XVIII, 27 a 35
O.P. Liberdade, igualdade e fraternidade - 1ª parte

89

AS CIVILIZAÇÕES

L.E. Sucessão e aperfeiçoamento das raças - Q. 688 a 692
Povos degenerados - Q.786 a 789
Civilização - Q. 790 a 793
G. Sinais dos tempos - cap. XVIII, 1 a 26

90

O PROGRESSO DA LEGISLAÇÃO HUMANA

L.E. Progresso da legislação humana - Q. 794 a 797
Caracteres da lei natural - Q 614 a 618
Conhecimento da lei natural - Q. 619 a 628
Divisão da lei natural - Q. 648
Igualdade dos direitos do homem e da mulher - Q. 818 e 822
Justiça e direitos naturais - Q. 874 a 876
E.S.E. Moisés - Cap. I, 2
O Cristo - Cap. I, 3
O Espiritismo - Cap. I, 6 e 7
O.P. Liberdade, igualdade e fraternidade - 1ª parte7

91

A LEI DE IGUALDADE

L.E. Divisão da lei natural - Q. 648
Igualdade natural - Q. 803
Desigualdade das aptidões - Q. 804 e 805
Desigualdades sociais - Q. 806 e 807
Desigualdade das riquezas - Q. 808 a 813
Igualdade de direito do homem e da mulher - Q. 817 a 822
Igualdade perante o túmulo - Q. 823 e 824
E.S.E. A felicidade não é deste mundo - Cap. V, 20

92

AS PROVAS DE RIQUEZA E DE MISÉRIA

L.E. Desigualdade das riquezas - Q. 808 a 813
As provas de riqueza e de miséria - Q. 814 a 816
E.S.E. A Felicidade não é deste mundo - Cap. V, 20
Salvação dos ricos - Cap. XVI, 1 e 2
Jesus em casa de Zaqueu - Cap. XVI, 4
Utilidade providencial da riqueza - Cap. XVI, 7
Desigualdade das riquezas - Cap. XVI, 8
Transmissão da riqueza - Cap. XVI, 15
Parábola do mau rico - cap. XVI, 5
Preservar-se da avareza - cap. XVI, 3
Emprego da riqueza - cap. XVI, 11 a 13
Desprendimento dos bens terrenos - cap. XVI, 14
Parábola dos talentos - Cap. XVI, 6

93

OS DIREITOS DO HOMEM E DA MULH ER

L.E. Igualdade natural - Q. 803
Igualdade de direitos do homem e da mulher - Q. 817 a 822
G. Os seis dias - cap. XII, 11

94

A LIBERDADE E O HOMEM

L.E. Divisão da lei natural - Q. 648
Liberdade natural - Q. 825 a 828
Escravidão - Q. 829 a 832
Liberdade de pensar - Q. 833 e 834
Liberdade de consciência - Q. 835 a 842
Livre arbítrio - Q. 843 a 850
E.S.E. Muito se pedirá àquele que muito recebeu - Cap. XVIII, 10 a 12

95

LIVRE ARBÍTRIO E FATALIDADE

L.E. Livre arbítrio - Q. 843 a 850
Fatalidade - Q. 851 a 867
Resumo teórico do móvel das ações humanas - Q.. 872
E.S.E. Num perigo iminente - Cap. XXVIII, 34
Ação de graças por haver escapado a um perigo - Cap. XXVIII, 36

96

O CONHECIMENTO DO FUTURO

L.E. Conhecimento do futuro - Q. 868 a 871
L.M. Perguntas sobre o futuro - 2ª parte - Cap. XXVI, 289
Médiuns de Pressentimento - Cap. XV, 184
G. Teoria da Presciência - Cap. XVI, 1 a 18Cidades Impenitentes - Cap. XVII, 14
Morte e Paixão de Jesus - Cap. XVII, 3 a 9
Perseguição dos Apóstolos - Cap. XVII, 10 a13
Ruína do templo e de Jerusalém - Cap. XVII, 15 a 21
Minhas Palavras não Passarão - Cap. XVII, 24 a 26
A Pedra Angular - Cap. XVII, 27 e 28
O.P. A Segunda Vista. Conhecimento do futuro. Previsões - 2ª parte

97

A JUSTIÇA E OS DIREITOS

L.E. Divisão da lei natural - Q. 648
Justiça e direitos naturais - Q. 873 a 879
E.S.E. O mandamento maior. Fazer aos outros o que queiramos que os outros nos façam. Parábola dos credores e dos devedores - Cap. XI, 1 a 4
Dai a César o que é de César - Cap. XI, 5 a 7

98

A VERDADEIRA PROPRIEDADE

L.E. Divisão da lei natural - Q, 648
Direito de propriedade. Roubo - Q. 880 a 885
L.M. Perguntas sobre tesouros ocultos - 2ª parte, Cap. XXVI, 295
E.S.E. A verdadeira propriedade - Cap. XVI, 9 e 10
Preservar-se da avareza - Cap. XVI, 3
Desprendimento dos bens terrenos - Cap. XVI, 14
Parábola dos talentos - Cap. XVI, 6
Emprego da riqueza - Cap. XVI, 11 a13

99

A CARIDADE E O AMOR AO PRÓXIMO

L.E. Divisão da lei natural - Q. 648Caridade e amor ao próximo - Q. 886 a 889
E.S.E. Perdão das ofensas - Cap. X, 14 e 15
A lei de amor - Cap. XI, 8 a10
A fé e a caridade - cap. XI, 13
Caridade para com os criminosos - Cap. XI, 14
Retribuir o mal com o bem - Cap. XII, 1 a 4
O ódio - Cap. XII, 10
Por um inimigo que morreu - Cap. XXVIII, 67
Ação de graças por um benefício concedido a outrem- Cap. XXVIII, 44
Pelos nossos inimigos e pelos que nos querem mal - Cap. XXVIII,46
Ação de graças pelo bem concedido aos nossos inimigos - Cap. XXVIII, 48
O de que precisa o Espírito para ser salvo. Parábola do bom samaritano - Cap. XV, 1 a 3
O mandamento maior - Cap. XV, 4 e 5
Por um inimigo - Cap. XXVIII, 69
Dever-se-á pôr termo às provas do próximo? - Cap. V, 27

100

O AMOR MATERNO E O FILIAL

L.E. Divisão da lei natural - Q. 648
Amor materno e filial - Q. 890 a 892
E.S.E. Honrai a vosso pai e a vossa mãe - Cap. XIV, 1 e 2
Piedade filial - Cap. XIV, 3 e 4
A ingratidão dos filhos e os laços de família - Cap. XIV, 9
A parentela corporal e a parentela espiritual - Cap. XIV, 8
Quem é minha mãe e quem são meus irmãos? - Cap. XIV, 5 a 7
Odiar os pais - Cap. XXIII, 1 a 3
Abandonar pai ,mãe e filhos - Cap. XXVIII, 4 a 6
Deixar aos mortos o cuidado de enterrar seus mortos - Cap. XXIII, 7 e 8

101

A CARIDADE MATERIAL E A CARIDADE MORAL

L.E. Caridade e amor ao próximo - Q. 886 a 888
E.S.E. Fazer o bem sem ostentação - Cap. XIII, 1 a 3
Os infortúnios ocultos - Cap. XIII, 4
O óbolo da viúva - Cap. XIII, 5 e 6
Convidar os pobres e estropiados. Dar sem esperar retribuição - Cap. XIII, 7 e 8
A caridade material e a caridade moral - Cap. XIII, 9 e10
A beneficência - Cap. XIII, 11 a 16
A piedade - Cap. XIII, 17
Os órfãos - Cap. XIII, 18
Benefícios pagos com a ingratidão - Cap. XIII, 19
Beneficência exclusiva - Cap. XIII, 20
Por alguém que esteja em aflição - Cap. XXVIII, 42

102

FORA DA CARIDADE NÃO HÁ SALVAÇÃO

L.E. Justiça e direitos naturais - Q. 873 a 879
Caridade e amor ao próximo - Q. 886 a 889
E.S.E. O de que precisa o Espírito para ser salvo. Parábola do bom samaritano - cap. XV, 1 a 3
O mandamento maior - Cap. XV, 4 e 5
Necessidade da caridade, segundo São Paulo Cap. XV, 6 e 7
Fora da Igreja não há salvação. Fora da verdade não há salvação - Cap. XV, 8 e 9
Fora da caridade não há salvação - cap. XV, 10

103

AS VIRTUDES E OS VÍCIOS

L.E. As virtudes e os vícios - Q. 893 a 906
Paixões - Q. 907 a 912
E.S.E. O orgulho e a humildade - cap. VII, 11 e 12
Injúrias e violências - cap. IX, 1 a 5
A afabilidade e a doçura - cap. IX, 6
A paciência - cap. IX, 7
Obediência e resignação - cap. IX, 8
A cólera - cap. IX, 9 e 10
A indulgência - cap. X, 16 a 18
É permitido repreender os outros, notar as imperfeições de outrem, divulgar o mal de outrem? - cap. X, 19 a 21
A virtude - cap. XVII, 8
Para pedir a corrigenda de um defeito - Cap. XXVIII, 18
O argueiro e a trave no olho - cap. X, 9 e 10
Não julgueis para não serdes julgados. Atire a primeira pedra aquele que estiver sem pecado. cap. X, 11 a 13
Bem-aventurados os que têm fechados os olhos - Cap. VIII, 20 e 21

104

AS PAIXÕES HUMANAS

L.E. As virtudes e os vícios - Q. 893 a 906
Paixões - Q. 907 a 912
E.S.E. A porta estreita - cap. XVIII, 3 a 5Para pedir a corrigenda de um defeito - Cap. XXVIII, 18
A cólera - Cap. IX, 9 e 10
O argueiro e a trave no olho. Cap. X, 9 e 10
Escândalos. Se a vossa mão é motivo de escândalo, cortai-a - Cap. VIII, 11 a 17
C.I. A carne é fraca - 1ª parte - cap. VII

105

O EGOÍSMO NA HUMANIDADE

L.E. O egoísmo - Q. 913 a 917
E.S.E. O egoísmo - Cap. XI, 11 e 12
O.P. O egoísmo e o orgulho - 1ª parte

106

CARACTERES DO HOMEM DE BEM

L.E. Caracteres do homem de bem - Q . 918
Conhecimento de si mesmo - Q. 919
E.S.E. Caracteres da perfeição - cap. XVII, 1 e 2
O homem de bem - Cap. XVII, 3
Os bons Espíritas - Cap. XVII, 4
O dever - Cap. XVII, 7
Os superiores e os inferiores - cap. XVII, 9
Nem todos os que dizem: Senhor, Senhor, entrarão no Reino dos Céus - cap. XVIII, 6 a 9
Pelas suas obras é que se reconhece o cristão - Cap. XVIII, 16

107

APERFEIÇOAMENTO MORAL DO HOMEM

L.E. Caracteres do homem de bem - Q . 918Conhecimento de si mesmo - Q. 919
E.S.E. O que se deve entender por pobres de espírito - cap. VII, 1 e 2
Aquele que se eleva será rebaixado - Cap. VII, 3 a 6
Mistérios ocultos aos doutos e aos prudentes - Cap. VII, 7 a 10
Simplicidade e pureza de coração - Cap. VIII, 1 a 4
Verdadeira pureza. M ãos não lavadas - Cap.VIII, 8 a 10

108

O PODER DA FÉ

L.E. Adoração exterior - Q . 653
Sacrifícios - Q. 669
As virtudes e os vícios - Q. 893
O nada. Vida futura - Q. 959
Natureza das penas e gozos futuros - Q. 973 (nota) e 982
E.S.E. Poder da fé - cap. XIX, 1 a 5
A Fé religiosa. Condição da fé inabalável - Cap. XIX, 6 e 7
Parábola da figueira que secou - cap. XIX, 8 a 10
A fé: Mãe da esperança e da caridade - Cap. XIX, 8 a 10
A fé humana e a fé divina - cap. XIX, 12
Coragem da fé - cap. XXIV, 13 a 16
Carregar sua cruz. Quem quiser salvar a vida, perdê-la-á - Cap. XXIV, 17 a 19
G. Maldição contra os fariseus - cap. XVII, 22 e 23

109

A FELICIDADE E A INFELICIDADE

L.E. Felicidade e infelicidade relativas - Q. 920 a 933
Perdas dos entes queridos - Q. 934 a 936
Decepções. Ingratidão. Afeições destruídas - Q. 937 a 938
Uniões antipáticas - Q. 939 a 940
Temor da morte - Q . 941 e 942
Desgosto da vida. Suicídio - Q. 943 a 957
E.S.E. Bem-aventurados os aflitos - cap. V, 1 e 2
Justiça das aflições - Cap. V, 3
Causas atuais das aflições - cap. V, 4 e 5
Causas anteriores das aflições - cap. V, 6 a 10
A felicidade não é deste mundo - Cap. V, 20
A desgraça real - cap. V, 24
A melancolia - Cap. V, 25
Nas aflições da vida - cap. XXVIII, 26
O jugo leve - cap. VI, 1 e 2

110

CONSIDERAÇÕES SOBRE AS EVOCAÇÕES DOS ESPÍRITOS

L.E. Perdas dos entes queridos - Q. 935 e 936
L.M. Das evocações - Cap. XXV, 269 a 273
Das perguntas que se podem fazer aos Espíritos - Cap. XXVI, 286 e 287
Espíritos que podem ser evocados - Cap. XXV, 274 a 279
Linguagem de que se deve usar com os Espíritos - Cap. XXV, 280
Utilidade das evocações particulares - Cap. XXV, 281
Questões sobre as evocações - Cap. XXV, 282
Evocações dos animais - Cap. XXV, 283
Evocações das pessoas vivas - cap; XXV, 284
Telegrafia humana - Cap. XXV, 285
Perguntas simpáticas e antipáticas aos Espíritos - Cap. XXVI, 288
Perguntas sobre o futuro - Cap. XXVI, 289
Perguntas sobre as existências passadas e futuras - Cap. XXVI, 290
Perguntas sobre os interesses morais e materiais - Cap. XXVI, 291
Questões sobre a sorte dos Espíritos - Cap. XXVI, 292
Questões sobre a saúde - Cap. XXVI, 293
Perguntas sobre as invenções e as descobertas - Cap. XXVI, 294
Perguntas sobre tesouros ocultos - Cap. XXVI, 295
Perguntas sobre os outros mundos - Cap. XXVI, 296
E.S.E. Para os médiuns - Cap. XXVIII, 8 e 9
C.I. Da proibição de evocar os mortos - 1ª parte - Cap. XI, 1 a 15

111

O DESGOSTO DA VIDA

L.E. Desgosto da vida. Suicídio - Q.943 a 957
E.S.E. O suicídio e a loucura - Cap. V, 14 a 17
Será lícito abreviar a vida de um doente que sofra sem esperança de cura? - Cap. V, 28
Sacrifício da própria vida - Cap. V, 29 e 30
Deve-se expor a vida por um malfeitor? - Cap. XI, 15
O duelo - cap. XII, 11 a 16
Por um suicida - Cap. XXVIII, 71
C.I. Suicidas - 2ª parte - Cap.V

112

O PORVIR E O NADA

L.E. O Nada. Vida futura - Q. 958 e 959
E.S.E. A vida futura - cap. II. 1 a 3
O ponto de vista - Cap. II, 5 a 7
C.I. O porvir e o nada - 1ª parte - cap. I, 1 a 14
Causas do temor da morte. Por que os Espíritas não temem a morte - cap. II, 1 a 10
O.P. As cinco alternativas da humanidade - 1ª parte
A vida futura - 1ª parte

113

AS PENAS E OS GOZOS FUTUROS

L.E. Intuição das penas e gozos futuros - Q. 960 a 962
Intervenção de Deus nas penas e recompensas - Q. 963 e 964
Natureza das penas e gozos futuros - Q. 965 a 982
Ensaio teórico da sensação nos Espíritos - Q. 257
Penas temporais - Q. 983 a 989
Duração das penas futuras - Q. 1003 a 1009
C.I. A carne é fraca. Princípios da Doutrina Espírita sobre as penas futuras. Código penal da vida futura - 1ª parte - Cap. VII
Espíritos felizes - 2ª parte - cap. II
Espíritos em condição mediana - 2ª parte - Cap. III
Espíritos sofredores - 2ª parte - Cap. IV

114

A EXPIAÇÃO E O ARREPENDIMENTO

L.E. Expiação e arrependimento - Q. 990 a 1002
Duração das penas futuras - Q. 1007
E.S.E. Bem-aventurados os que têm fechados os olhos - Cap. VIII, 20 e 21
Pelos Espíritos penitentes - Cap. XXVIII, 73Pelos Espíritos endurecidos - Cap. XXVIII, 75
C.I. Criminosos arrependidos - 2ª parte - Cap. VI
Espíritos endurecidos - 2ª parte - Cap. VII
Expiações terrestres - 2ª parte - Cap. VIII

115

DOUTRINA DAS PENAS ETERNAS

L.E. Duração das penas futuras - Q. 1003 a 1009
C.I. Origem da doutrina das penas eternas - 1ª parte - Cap. VI, 1 a 9
Argumentos a favor das penas eternas - 1ª parte - Cap. VI, 10 a 17
Impossibilidade material das penas eternas - 1ª parte - Cap. VI, 18 a 21
A doutrina das penas eternas fez sua época - 1ª parte - Cap. VI, 22 a 24
Ezequiel contra a eternidade das penas e o pecado original - 1ª parte - cap. VI, 25

116

RESSURREIÇÃO E REENCARNAÇÃO

L.E. Ressurreição da carne - Q. 1010
Considerações sobre a pluralidade das existências - Q. 222
E.S.E. Ninguém poderá ver o Reino de Deus se não nascer de novo - Cap. IV, 1 a 3
Ressurreição e reencarnação - Cap. IV, 4 a 17
G. Catalepsia. Ressurreições - Cap. XIV, 29 e 30
Ressurreições: A filha de Jairo. Filho da viúva de Naim - Cap. XV, 37 a 40
Advento de Elias - cap. XVII, 33 e 34
O.P. A morte espiritual - 1ª parte

117

O CÉU SEGUNDO O ESPIRITISMO

L.E. Paraíso, inferno e purgatório - Q. 1011, 1015 a 1017, 1018
E.S.E. Meu reino não é deste mundo - Cap. II, 1
C.I. O Céu - 1ª parte - cap. III, 1 a 18
G. Doutrina dos anjos decaídos e da perda do paraíso - cap. XI, 43 a 49
Perda do paraíso - Cap. XII, 13 a 26

118

O PURGATÓRIO SEGUNDO O ESPIRITISMO

L.E. Paraíso, inferno e purgatório - Q. 1011 a 1014, 1017 e 1018
E.S.E. Meu reino não é deste mundo - Cap. II, 1
C.I. O purgatório - 1ª parte - Cap. V, 1 a 10

119

O INFERNO SEGUNDO O ESPIRITISMO

L.E. Paraíso, inferno e purgatório - Q . 1011, 1013, 1014, 1017, 1018
E.S.E. Meu reino não é deste mundo - Cap. II, 1
C.I. Intuição das penas futuras - 1ª parte - cap. IV, 1 e 2
O inferno cristão imitado do inferno pagão - 1ª parte - Cap. IV, 3 a 7
Os limbos - 1ª parte - cap. IV, 8
Quadro do inferno pagão - 1ª parte - cap. IV, 9 e 10
Esboço do inferno cristão - 1ª parte - cap. IV, 11 a 15

120

O JUÍZO FINAL

L.E. Paraíso, inferno e purgatório - Q. 1018
E.S.E. O de que precisa o Espírito para ser salvo.
Parábola do bom samaritano - cap. XV, 1 a 3
G. Sinais precursores. Vossos filhos e vossas filhas profetizarão. Juízo final - Cap. XVII, 47 a 67
Emigrações e imigrações dos Espíritos - Cap. XI, 35 a 37
Doutrina dos anjos decaídos e da perda do paraíso - Cap. XI, 43 a 49